Polícia abre inquérito contra Sérgio Reis por supostas ameaças ao STF


A Polícia Civil do Distrito Federal (PC-DF) abriu inquérito contra o cantor sertanejo Sérgio Reis acusado de ameaçar os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). As informações são da Revista Oeste.

O cantor será investigado por suposta associação criminosa voltada à prática dos crimes previstos nos artigos 129 (ofender a integridade corporal ou a saúde de outrem), 147 (ameaçar alguém, por palavra, escrita ou gesto), 163 (dano ao patrimônio) e 262 (expor a perigo meio de transporte público, impedir-lhe ou dificultar-lhe o funcionamento) do Código Penal.

Sérgio Reis

Áudio

A polêmica com Sérgio Reis começou depois que um áudio no qual ele afirmou que os caminhoneiros paralisariam o país, caso o Senado não afastasse juízes da Corte começou a circular nas redes sociais. Há uma série de pedidos de impedimento de juízes do STF na mesa do presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

“Nada nunca foi igual ao que vai acontecer. Se os ministros do STF não atenderem ao nosso pedido, a cobra vai fumar”, declarou Sérgio Reis, na gravação via WhatsApp a um amigo.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, a esposa do cantor disse que as declarações do marido foram mal interpretadas, além de ele estar um pouco exaltado. Já no Facebook, Sérgio Reis se defendeu ao afirmar que defende o processo de impeachment dos magistrados.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.