Teresina não está entre as 17 capitais do Brasil que retomaram aulas presenciais nesta 2ª


Passados sete meses de 2021, os alunos do ensino infantil terão aulas presenciais pela primeira vez este ano em 17 das 27 capitais brasileiras nesta segunda-feira (2). Em várias cidades, o ensino no primeiro semestre foi completamente remoto e, hoje, as aulas começam em modelo híbrido; em outras o modelo hibrido já havia sido utilizado no primeiro semestre e continuará no segundo.


Aracaju, Belém, Brasília (rede distrital), Campo Grande, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Macapá, Maceió, Natal, Palmas, Recife, Salvador, São Luís e Vitória foram os exemplos de cidades com aulas no primeiro semestre totalmente remotas e que passam a ser híbridas a partir de hoje. Em Cuiabá, também será híbrido, mas o reinício será apenas em outubro.


Já em Porto Alegre, as aulas serão totalmente presenciais, com ida obrigatória dos alunos à escola. Além de Porto Alegre, outras duas capitais terão o retorno às aulas majoritariamente presencial na rede municipal: Belo Horizonte e Rio de Janeiro. As crianças poderão ficar em casa e ter aulas remotas. As duas já adotavam o modelo híbrido no 1° semestre.

Outras três cidades que já adotavam o formato híbrido no primeiro semestre e vão mantê-lo no segundo são: Florianópolis, Manaus e São Paulo. O mesmo deve ocorrer em Rio Branco. Apenas uma capital vai manter o ensino 100% remoto na rede municipal, adotado também no primeiro semestre: Boa Vista. Três capitais ainda não decidiram que modelos vão adotar: João Pessoa, Porto Velho e Teresina.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.