Ciro Nogueira aceita a nomeação de Bolsonaro e assumirá a Casa Civil


O senador Ciro Nogueira (PP-PI) esteve reunido no Palácio do Planalto com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que deve oficializar a nomeação dele para o comando da Casa Civil. O parlamentar chegou pouco antes das 9h. Questionado sobre a expectativa para a conversa com o presidente, ele afirmou: “Conversa boa”, mas não deu mais detalhes. As informações são do Metrópoles.



O encontro entre as duas autoridades estava previsto para ocorrer na tarde de segunda-feira (26/07), no Palácio do Planalto, mas foi adiado porque houve problema no avião que transportava o senador do México, onde Ciro passava férias com a família, para o Brasil.



Ciro Nogueira preside o PP, um dos partidos da base de apoio do governo no Congresso, e é um dos principais líderes do Centrão. A nomeação ainda não foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) e a data de posse não foi marcada.

A nomeação do presidente do PP havia sido anunciada na última quarta-feira (21/07), dentro de uma pequena reforma ministerial. Ciro Nogueira deve assumir o órgão hoje comandado pelo general Luiz Eduardo Ramos. Este, por sua vez, será realocado na Secretaria-Geral da Presidência da República, chefiada por Onyx Lorenzoni, que vai para o Ministério do Trabalho e Previdência, pasta a ser recriada.


O martelo, no entanto, ainda não está batido. Conforme a coluna do Igor Gadelha adiantou nessa segunda-feira (26/07), Bolsonaro passou a avaliar, nos últimos dias, nomear Ciro Nogueira para a Secretaria-Geral da Presidência — e não para a Casa Civil, como acertado inicialmente.



Segundo auxiliares presidenciais, o argumento seria de que o trabalho mais intenso da Casa Civil, que coordena os demais ministérios do governo, poderia atrapalhar a articulação política de Ciro junto ao Congresso.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.