Assédio a adolescente pode ter motivado morte do advogado Anísio Neto, diz DHPP


O delegado Francisco Costa, o Barêtta, coordenador da Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), informou na manhã desta sexta-feira (07), que um assédio a uma adolescente pode ter ocasionado a discussão que resultou na morte do advogado Anísio Neto, na noite dessa quinta-feira (06), em Teresina.

“Esse rapaz se encontrava na rua Paulistana, quando iniciou uma briga com outros quatro ou cinco elementos, após um possível assédio dele a uma menor que culminou com a ira desses indivíduos que espancaram ele”, relatou o delegado.


Barêtta

Ainda de acordo com Barêtta, após ser espancado, o advogado se abrigou em uma casa, onde foi encontrado já sem vida sentado em uma cadeira. “Já no IML, foram realizados exames que constataram que ele tinha sofrido traumatismo craniano”, declarou.

“Temos os nomes de alguns indivíduos que participaram desse fato criminoso e agora vamos em busca de identificá-los e prendê-los. Agora vamos confirmar a motivação e saber porque ele se encontrava naquele local naquele exato momento”, concluiu o delegado.

Entenda o caso

O advogado Anísio Gomes da Silva Neto morreu, na noite desta quinta-feira (06), no bairro São Pedro, zona sul de Teresina, após ser espancado em via pública. Ele chegou a se abrigar em uma residência, mas acabou não resistindo aos ferimentos e morreu no local.

Anísio Gomes da Silva Neto

O SAMU chegou a ser acionado, mas a vítima já estava sem vida. A Polícia Militar isolou o local e apreendeu o pedaço de madeira utilizado no crime.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.