Professores de Colônia do Piauí que aderiram à greve em 2020, recebem valores que foram descontados


Aconteceu na quarta-feira,10, no prédio da prefeitura Municipal da cidade de Colônia do Piauí uma reunião entre os representantes do SINSECOPI (Sindicato dos Servidores em Educação de Colônia do Piauí),  e o prefeito do município, Selindo Segundo.  

Segundo informações, ficou acertado na reunião do dia 10 , que a prefeitura municipal iria fazer a devolução dos proventos que foram descontados dos professores que aderiram à greve em 2020. 

Na época, a justiça do Piauí reconheceu a legalidade do movimento grevista determinando a devolução dos salários dos servidores, porem a decisão judicial não foi cumprida pela gestão anterior.

No dia seguinte, nesta quinta feira, 11, os profissionais em educação puderam receber os valores, pois a prefeitura creditou nas contas dos funcionários os valores que tinham sido descontados.

Na reunião, ainda foram debatidos várias outras pautas, entre elas; início do ano letivo, reajuste salarial para 2021, a concessão de licenças-prêmio; redução de carga horária dos professores admitidos através do concurso de 2001 e a situação do FGTS.

“Fizemos uma reunião bastante proveitosa. A educação municipal é uma de nossas bandeiras, assim daremos a atenção necessária para que ela avance. Os trabalhadores em educação e todos que querem fazer a educação de Colônia do Piauí avançar terão o nosso total apoio”, declarou Selindinho.
com as algumas  Informações do Folha Oeiras

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.